A General Motors (GM) anunciou a produção de novos modelos Chevrolet, o SUV Blazer e o crossover Equinox, com conversão para funcionamento elétrico. Os dois vehicles fazem parte da nova estratégia de expansão de eletromobilidade da montadora, que quer acrescentar 30 novos automóveis à bateria até 2025.

A confirmação veio do próprio presidente global da General Motors, Mark Reuss, em entrevista ao FutureCar. O movimento não faz parte apenas da onda de eletrificação global e das restrições ambientais, mas uma corrida de mercado: a montadora é a principal concorrente da Tesla no mercado de carros elétricos nos Estados Unidos.

advertising

Reuss não emitiu mais detalhes sobre a nova versão elétrica do SUV, mas confirmou que terá uma estrutura menor e será mais acessível que sua contrapartida em combustão. O Equinox, segundo modelo mais vendido da montadora nos Estados Unidos, também será utilizado de base para um terceiro lançamento, ainda não anunciado, mas que fará parte da linha de entrada.

Os planos da GM são de incluir os novos sistemas autônomos de direção Supercruise e Ultracruise nos próximos lançamentos. Os modelos elétricos também devem vir na plataforma Ultium Drive, da qual a montadora já possui acordo de produção.

GM quer dobrar lucro anual até 2030

presidente da GM discursando em evento na frente de carro
GM irá expandir a frota elétrica enquanto ainda mantém frota de motores à combustão (Imagem: Divulgação/ General Motors)

Além de enfrentar a ascensão da empresa de Musk, a estratégia também acompanha o novo plano financeiro global da montadora. A GM está direcionando sua atuação para múltiplas categorias de elétricos — com o Chevrolet Blazer para a categoria de SUVs e o Equinox, para picapes crossover.

Em release, a General Motors espera dobrar o arrendamento anual até 2030, e expandir suas margens de lucro de 12 para 14% até lá. Para alcançar este salto financeiro, a montadora estará expandindo o fornecimento de veículos a combustão interna e, ao mesmo tempo, desenvolvendo a frota elétrica.

A GM projeta que a expansão do lucro ocorrerá de US$ 10 bilhões anuais em 2023 para US$ 90 bilhões no final da década. Deste lucro, US$ 80 bilhões se originará de veículos elétricos e tecnologias de conectividade para as estradas.

Imagem: Divulgação/General Motors

Read more:

Have you watched our new videos on YouTube do Olhar Digital? Subscribe to the channel!