Segurança

usb macbook
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O novo USB Type-C pode aumentar os riscos à segurança?

Camillo Di Jorge 24/04/2015 18h40

Padrão é versátil, mas o quão perigosa pode ser essa versatilidade?

Reprodução
A conexão USB acaba de completar dez anos e, durante esse período, essa tecnologia já evoluiu consideravelmente. A mais recente novidade é o USB reversível Type-C (Tipo C), lançado no ano passado. Além de mais veloz, com 10 gigabytes por segundo, a arquitetura utiliza a energia de forma mais eficiente.

O padrão tem pretensão de se tornar um modelo único de conexão nas máquinas, inclusive, recentemente, a Apple anunciou que o Macbook seguirá esse formato, assim como o emblemático Chromebook Pixel, do Google, que também irá adotá-lo.  Agora, é só uma questão de tempo para que todo o mercado incorpore o Type – C. Mas o que isso significa exatamente em termos de segurança?

Já existem ameaças destinadas a esses dispositivos removíveis, como, por exemplo, o BadUSB, um exploit que que não infecta apenas os computadores, mas qualquer dispositivo USB conectado a ele. E, embora, as pessoas tenham aprendido alguns cuidados com seus dispositivos móveis, a mesma cautela não ocorre quando o tema são os carregadores.

Esse é um problema para a maioria dos usuários, que ainda têm muita dificuldade em distinguir o perigo, seja de um USB, FireWire ou Thunderbolt. Isso significa que ataques como o BadUSB não só continuarão a ser possíveis como irão tornar-se mais difíceis de evitar.

Claro que os fabricantes irão programar seus novos carregadores de tal forma que eles não suportem o exploit BadUSB, porém, espalhar o vírus por meio de um dispositivo antigo não seria uma tarefa muito difícil.

Embora o novo modelo USB seja muito mais prático, unir a transferência de dados e o carregador em uma mesma entrada também é muito perigoso. A partir de agora, a melhor forma do usuário se proteger é evitar conectar carregadores ou dispositivos de terceiros.

As empresas precisam estar preparadas para essa nova realidade, a fim de proteger suas informações. A melhor receita até agora para evitar que o sistema seja infectado, ou dados sejam roubados, é redobrar os cuidados: Oriente ao máximo seus colaboradores e, por fim, adquira somente dispositivos que sejam confiáveis. 

*Camillo Di Jorge é Country Manager da ESET Brasil

Segurança USB
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você