"Vírus do bem" infecta roteadores e deleta malwares

Especialistas em segurança na web descobriram um novo vírus que é capaz de infectar roteadores e excluir malwares. O Linux.Wifatch pode se manter atualizado por meio de conexões P2P e assim identificar novas ameaçam que se proliferam na internet. A autoria do programa com comportamento inusitado é desconhecida, mas técnicos de empresas renomadas como a Symantec já confirmaram sua autenticidade.

O vírus do bem está conseguindo se espalhar com êxito graças ao padrões vulneráveis de segurança dos roteadores, que possuem, na sua maioria, sistemas simples de serem burlados e pouca proteção nativa. O gráfico abaixo mostra os principais países alvos do Wifatch, e é interessante perceber que o Brasil é um dos países mais atingidos, perdendo apenas para a China.

Reprodução

A Symantec descobriu que o "vírus do bem" pode ter sido criado por um justiceiro virtual, já que a seguinte mensagem pode ser lida dentro do código-fonte do programa: "Para qualquer agente da NSA ou do FBI que ler isso: por favor, considerem que defender a Constituição dos Estados Unidos da América de qualquer inimigo (estrangeiro ou doméstico) exige que vocês sigam o exemplo de Snowden."

Ainda segundo a Symantec, basta reinicializar os roteadores para que programa intruso seja eliminado da rede doméstica do usuário.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ