Artista transforma vírus de computador em roupas de malha

O artista estadunidense Jeff Donaldson, conhecido pelo nome artístico de Glitchaus, criou um projeto para transformar vírus de computador em cachecóis, cobertores e outras roupas de malha. O projeto recebeu o nome de "Malwear" (um trocdilho com a palavra "malware", para arquivos nocivos, e "wear", que significa "vestir").

Para fazer isso, Donaldson pega o código original dos arquivos nocivos e traduz os 0s e 1s em instruções para as máquinas que fazem os padrões de tecido. Teoricamente, seria possível reproduzir os vírus a partir dos padrões das malhas.

Até agora, o artista já fez versões em tecido dos vírus ILOVEYOU (que causou um prejuízo de mais de US$ 15 bilhões em 2000), Melissa (um vírus que se espalhou por email em 1999) e Stuxnet (um ataque virtual criado pelos EUA e Israel que chegou a desregular as centrífucas de urânio do Irã). As três podem ser vistos abaixo, nessa ordem:

Reprodução

Reprodução

Reprodução

Como o Stuxnet é bem mais complexo que os outros dois, ele não caberia em um cachecol de malha. Por isso, Donaldson optou por transferí-lo para um tecido maior, que pode ser usado como cobertor ou como capa de sofá. 

Mais vírus vestíveis

Em entrevista ao Business Insider, Donaldson disse que gosta do contraste entre as novas tecnologias representadas pelos vírus e a tradição atemporal do design têxtil. Em algumas culturas, de acordo com o artista, tapetes e tecidos eram usados para contar histórias ou trazer significados simbólicos importantes, já que os tecidos eram um meio mais duradouro que o papel. 

Donaldson ainda pretende fazer versões têxteis de mais vírus, tais como o Klez, o MyDomm e o Mirai. Esse último foi o código responsável por derrubar boa parte da internet norteamericana algumas semanas atrás, coordenando um ataque DDoS a um servidor DNS com muitos dispositivos conectados (como câmeras de segurança). 

No entanto, o artista também pensa em ir além de cachecóis e cobertures, e criar outros tipos de roupas a partir dos códigos. Ele também pensa em ir além de malhas e trabalhar com tecidos de maneira mais complexa. "Se malhas são a resolução 8-bit, tecidos são o HD", disse. 

Já é possível comprar alguns dos "Malwears" de Donaldson. No entanto, eles não são nada baratos. O cachecol Melissa, por exemplo, custa US$ 75 (cerca de R$ 242), sem o frete. 

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ