Caixa-preta de carro autônomo pode ser usada para culpar humanos em acidentes

Quando o projeto de colocar os carros autônomos nas ruas começou a se tornar realidade, muitos defendiam que as montadoras deveriam ser responsabilizadas caso o veículo se envolvesse em algum tipo de acidente.

Porém, após o acidente com o carro da Tesla, legisladores alemães estão propondo a instalação de caixas-pretas obrigatórias nos automóveis de auto condução, semelhante aos dispositivos em aviões que registram os momentos antes de um acidente fatal.

A ideia é que este tipo de gravador ajude as autoridades a juntar o que aconteceu nos momentos antes de uma colisão e determinar quem foi culpado: o ser humano ou a máquina.

A legislação proposta, exige, em primeiro lugar, que o passageiro de um carro autônomo esteja pronto para assumir o volante no caso de uma emergência e, em segundo lugar, a necessidade de registrar quando o sistema de piloto automático estava ativo, quando o motorista dirigiu e quando o sistema solicitou que o condutor assumisse.

"A crença é que o culpado mais provável vai ser o humano, ou outro ser humano em outro veículo", disse George Iny, da Protection Association Automobile, que visa proteger os interesses dos consumidores no mercado automóvel.

Além da questão de tentar culpar os serem humanos por falhas do sistema, defensores da privacidade são cautelosos em relação a gravação dos hábitos das pessoas. Os fabricantes de automóveis poderiam facilmente vender os dados recolhidos a partir de indivíduos para outras empresas poderem criar anúncios sob medida específicos para cada motorista.

Via Motherboard

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ