Chefe da Oculus entra para lista de CEOs que tiveram conta no Twitter invadida

Aconteceu de novo: mais um CEO teve sua conta no Twitter invadida. Só que, ao contrário do que aconteceu com gente como Mark Zuckerberg (Facebook), Dick Costolo (Twitter), Daniel Ek (Spotify) e Sundar Pichai (Google), a pessoa que atacou o chefão da Oculus, Brendan Iribe, não parece ter feito isso para alertá-lo sobre a fragilidade da sua segurança pessoal.

Pelo menos até as 5h33 o perfil de Iribe ainda estava em poder de terceiros. Aparentemente quem tomou o acesso foi o usuário @Lid, que aproveitou o momento para se autoproclamar novo CEO da Oculus.

Entre as várias mensagens que postou em nome do executivo, uma dizia respeito à forma como ele obteve acesso à conta, criticando Iribe por ter desenvolvido um dos produtos mais inovadores da atualidade e não se preocupar em trocar de senha por quatro anos. Em outro post, @Lid critica o TechCrunch, que noticiou o ocorrido.

Reprodução

Nos últimos dias vários CEOs tiveram suas contas no Twitter comprometidas, quase sempre após hackers conseguirem acesso a outros serviços que tinham permissão para postar na rede de microblogs. Todas as ações, porém, vinham sendo tomadas pelo OurMine, um grupo que pretende oferecer soluções de segurança.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ