Criminosos vendem acesso a servidores por apenas US$ 6

Um levantamento realizado pela Kaspersky Lab mostra que criminosos estão vendendo o acesso a mais de 70 mil servidores comprometidos. O comércio permite que hackers realizem ataques generalizados em todo o mundo, de acordo com os pesquisadores da empresa de segurança.

A Kaspersky descobriu um fórum online, administrado por um grupo de língua russa, que oferece acesso a computadores hackeados pertencentes a governos, universidades e empresas de 173 países por preços realmente baixos. Um servidor comprometido, por exemplo, sai por US$ 6, e conta com softwares que permitem realizar tarefas como enviar spam, fabricar bitcoin ilicitamente, comprometer sistemas de pagamento e atacar outras redes.

Quem gasta um pouco mais, US$ 7, pode comprar o acesso a servidores do governo de diversos países, incluindo departamentos de comércio e prefeituras. Além disso, há milhões de credenciais de contas roubadas circulando na deep web. "As credenciais roubadas são apenas um aspecto do cibercrime. Na verdade, há muito mais acontecendo no subsolo. Essas coisas são todos interligados", explica Costin Raiu, diretor da equipe de pesquisa e análise da Kaspersky.

O acesso a servidores com conexões de rede de alta capacidade podem custar até US$ 15. Entre os alvos de alto perfil aparecem grandes empresas, como uma companhia aeroespacial dos EUA, bancos dos EUA, Filipinas, Cazaquistão, Jordânia, Gana, Chipre, Coreia do Sul e Arábia Saudita, empresas químicas de Singapura e Tailândia e companhias de petróleo da China e dos Emirados Árabes Unidos.

Via VentureBeat

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ