Descubra se o desconto oferecido na Black Friday é real

O Busca Descontos, responsável pela organização da Black Friday no Brasil, tem trabalhado para evitar que a data sirva para a criação de promoções fraudulentas. Mas o poder real de controlar as lojas está nas mãos dos consumidores; são eles que vão fazer pesquisas e, ao final do processo, dar o OK para finalizar as compras. Portanto, cabe a você, internauta, se cercar de cuidados.

A boa notícia é que neste ano ficou mais fácil descobrir eventuais ciladas, a começar pelo fato de que as lojas participantes do evento oficial, o que é organizado pelo Busca Descontos, contarão com um selo concedido pela Camara-e.net, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

Além disso, pelo menos três empresas oferecerão ferramentas capazes de detectar se os descontos são de fato reais. Uma delas é o UOL, que por meio do Shopping UOL fará um acompanhamento de acordo com as principais categorias da Black Friday. A ferramenta separou os setores mais buscados durante as últimas edições do evento, destacando os cinco principais produtos de cada para exibir a evolução dos preços ao longo dos últimos 30 dias. (Confira.)

Estreante no mercado, a plataforma de negociação de preços Bizoo vai mais longe ao exibir o histórico de variação dos valores por até um ano. "Foi justamente a partir de uma Black Friday, em que eu senti dificuldade de ter um valor comparativo para saber se estava tendo um bom desconto, que surgiu a ideia de criar um mecanismo de monitoramento de preços das principais lojas do país", afirma Mauro Lopes, que chefia as operações. (Confira.)

Já o Zoom passará segurança por meio de um selo próprio que atesta a veracidade das promoções. O site disponibilizará uma equipe de especialistas que ajudarão os consumidores em várias áreas e ainda oferecerá um serviço de garantia que assegura o recebimento do produto ou o dinheiro de volta.

"Contamos com mais de 300 parceiros, que representam praticamente 90% do varejo online. Dessa forma, assumimos o compromisso de proteger e aconselhar os consumidores para que eles façam boas compras", afirma o diretor executivo do Zoom, Thiago Flores. (Confira.)





RECOMENDADO PARA VOCÊ