Segurança

Logo Olhar Digital

Disco rígido fabricado na China tem cavalo-de-tróia pré-instalado

Redação Olhar Digital 12/11/2007 15h45
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Programa envia cópia de todos os arquivos gravados no disco a sites chineses

A Seagate alertou que algumas unidades de seu disco rígido externo Maxtor Basics Personal Storage 3200 de 500 GB, produzidas na China e comercializadas em Taiwan, chegaram às lojas com um cavalo-de-tróia (software malicioso) pré-instalado. O programa monitora o acesso ao disco e envia uma cópia de qualquer informação nele gravada a dois sites na China. Segundo a empresa, 1.800 discos infectados foram identificados: 1.500 foram recolhidos nas lojas, mas 300 unidades já estavam nas mãos dos consumidores.

 

Uma fábrica na China, que realiza parte do processo de produção dos discos, foi identificada como a fonte do problema. Segundo a Maxtor, todos os discos lá produzidos foram analisados e tratados antes de serem recolocados no mercado. Especula-se que a infecção tenha sido uma tentativa do governo chinês de obter informações confidenciais de autoridades e membros do governo de Taiwan, que não considera como um país independente, mas como uma “província rebelde”. Os discos de grande capacidade são populares como servidor de arquivos departamental e para armazenamento de bancos de dados.

Segurança Hackers Servidores Storage
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você