Dois minutos bastaram para programador invadir MacBook Air

Participantes também podiam tentar invadir máquinas com Linux e Windows.

Redação Olhar Digital 31/03/2008 10h49
Logo Olhar Digital
A A A

imac

O especialista em tecnologia Charlie Miller ganhou notoriedade por ter quebrado o código do iPhone no ano passado. Já em 2008 seu grande feito foi registrado na última quinta-feira, 27, quando ele conseguiu invadir um MacBook Air, também da Apple, em apenas dois minutos.  

De acordo com o site “Macworld”, ao cumprir o desafio do evento de segurança PWN 2 OWN, realizado nos EUA, ele embolsou um prêmio de US$ 10 mil (cerca de R$ 17,4 mil) e levou o MacBook Air. Os organizadores do evento disponibilizaram o notebook da Apple, um Sony Vaio e um Fujitsu U810 para os participantes. Aqueles que conseguissem invadir as máquinas poderiam levá-las para casa.

Em 2005, Miller ganhou US$ 50 mil pela descoberta de uma falha no sistema operacional Linux – a informação foi comprada por uma agência governamental, diz o “Macworld”.

Ninguém conseguiu completar o desafio no início do evento, quando as regras eram mais rígidas. Na quinta-feira, no entanto, elas ficaram mais flexíveis e os competidores puderam usar as máquinas para visitar sites e abrir mensagens de e-mail. De acordo com o “Macworld”, as regras determinavam que os competidores só poderiam tirar vantagem dos programas já instalados nos notebooks. Por isso, continua o site, a falha explorada pode ter sido encontrada no navegador Safari, da Apple.

Segurança Laptops Evento Computadores Microsoft Hackers Mac Programas Linux
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar a extensão Olhar Digital Ofertas em seu navegador!

Recomendados pra você