Facebook quer comprar uma empresa de segurança após vazamento de dados

Os recentes escândalos de privacidade do Facebook, incluindo o vazamento de dados pessoais de 29 milhões de usuários, fizeram a empresa começar a se mexer para melhorar a segurança da plataforma. E, de acordo com o site The Information, o Facebook quer comprar uma "grande empresa de cibersegurança" - e já fez proposta por algumas delas.

Apesar de nenhum nome ter sido divulgado até o momento, fontes que conversaram com o The Information dizem que a ideia é fechar uma aquisição até o fim do ano. O Facebook quer implementar ferramentas de segurança a seus serviços já existentes, com objetivo de proteger contas de usuários, além de sinalizar tentativas de invasão.

Com o conhecimento de uma grande empresa de cibersegurança, o Facebook pretende reduzir a possibilidade de uma falha de código dar abertura para hackers invadirem a plataforma e acessarem dados de usuários indevidamente.

Além da consequência óbvia de tornar a plataforma mais segura, a aquisição pode servir para o Facebook passar uma mensagem aos seus usuários: a de que a rede social se preocupa bastante com a privacidade e segurança de dados.

Com escândalos recentes como o da Cambridge Analytica, que acessou informações de usuários indevidamente, e também a invasão que afetou 29 milhões de contas, a imagem do Facebook foi abalada, e a confiança geral dos usuários caiu consideravelmente.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ