Fornecedora de chips da Apple foi atingida por variante do vírus WannaCry

A fabricante de chips TSMC deu mais detalhes sobre um vírus que atingiu seus sistemas durante o final de semana. A principal fornecedora de processadores para iPads e iPhones diz ter sido atingida por uma variante do vírus WannaCry e, por isso, precisou desativar algumas das suas fábricas durante dias.

Uma variação do WannaCry invadiu os sistemas da empresa quando uma fornecedora da fabricante conectou um software infectado à rede da TSMC. Como a fornecedora em questão não fez uma varredura por vírus antes de inserir o programa na rede, a ameaça acabou conseguindo se instalar e se espalhar por outras máquinas ligadas à rede.

O CEO da TSMC, C. C. Wei, disse na segunda-feira, 6, que a fabricante não foi alvo de ataque hacker, e que o caso surpreendeu os executivos e técnicos da empresa. "Instalamos dezenas de milhares de ferramentas antes, e essa foi a primeira vez que isso aconteceu," explicou, de acordo com a Bloomberg.

Os dias que as fábricas da TSMC ficaram desativadas devem causar um impacto mínimo na produção de iPhones - analistas estimam que a Apple deve receber componentes com alguns dias de atraso devido ao período de inatividade, mas é pouco provável que o consumidor final seja prejudicado pelo caso. A TSMC é a principal fornecedora dos processadores A usados em iPads e iPhones.

O WannaCry é um ransomware que ficou bastante conhecido em 2017, quando atingiu sistemas de empresas e governos do mundo inteiro. Quando instalado em uma máquina, o vírus pede uma recompensa em dinheiro à vítima. Segundo a TSMC, a variação que atingiu sua rede não exigiu nenhum pagamento para os criminosos.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ