Governo russo quer bloquear Telegram dentro do país

A Rússia está perto de banir o Telegram. O aplicativo, que foi criado por russos, é alvo de uma tentativa de bloqueio há algum tempo, e uma ação movida pelo órgão regulador de mídia do país que vai sediar a Copa do Mundo pode impedir completamente o funcionamento do mensageiro por lá.

De acordo com o Roskomnadzor, o órgão regulador russo, o Telegram não cumpriu as obrigações legais de um "organizador de distribuição de informações," diz a Reuters. O governo russo pede acesso a mensagens compartilhadas entre usuários do Telegram, que por sua vez se recusa a aceitar as exigências do Kremlin. Como consequência, o governo russo pede o bloqueio do Telegram em todo o país.

O governo russo diz que o pedido de acesso a mensagens é para garantir a segurança do país, incluindo a proteção contra ataques terroristas. O Telegram se recusa a cumprir o pedido e diz que está respeitando a privacidade dos seus usuários.

Já faz algum tempo que a Rússia tenta controlar mídias sociais e comunicações online. Em 2016, uma lei foi aprovada exigindo que todos os mensageiros que atuam no país precisam fornecer ao governo uma maneira de descriptografas mensagens trocadas pelos usuários. O criador do Telegram, Pavel Durov, diz que a lei é inconstitucional e garante que o Telegram não vai ceder à pressão governamental.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ