Segurança

rede neural

Há mais robôs do que humanos usando a internet

Leonardo Pereira 13/12/2013 16h02
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Existem mais robôs navegando pela internet que humanos, e boa parte deles está a serviço de criminosos. Um estudo conduzido pela Incapsula concluiu que apenas 38,5% do tráfego da rede é composta por gente; todo o resto está automatizado.

O índice de não-humanos na internet subiu 21% em relação ao ano passado, quando 51% do tráfego eram gerados por eles - em 2013 eles representaram 61,5%.

A boa notícia é que nem todos esses robôs são perigosos. 31% deles são mecanismos de busca, indexadores de conteúdo, entre outros serviços que ajudam a tornar a rede mais efetiva. O problema está no restante.

Dentre os acessos mecanizados, 5% foram feitos por ladrões de endereços de e-mail e conteúdos, 4,5% eram ferramentas de hacking e 0,5%, spammers. Os 20% restantes também estão ligados a malfeitorias.

A Incapsula fez uma análise sobre os acessos aos 20 mil sites que compõem sua rede - que cobre 249 países - durante 90 dias. Foram gerados 1,45 bilhão de visitas automatizadas.

Internet Crimes digitais cibercrime
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você