Hacker invade termostato inteligente e aumenta temperatura em 12 ºC

Um dos maiores desafios da Internet das Coisas e das casas conectadas é garantir a segurança dos dispositivos. E um ataque que ocorreu nos EUA recentemente mostra como uma invasão a um dispositivo da casa pode dar muita dor de cabeça aos moradores.

Um hacker conseguiu invadir um termostato inteligente da Heatmiser. Com acesso total ao dispositivo, ele aumentou em 12º C a temperatura da casa do seu alvo, que saiu de 23 ºC para 35 ºC, relata o The Next Web.

O ataque não foi muito complicado: o hacker se aproveitou de uma falha conhecida desde 2014 e que não foi consertada no modelo atacado - que a fabricante Heatmiser garante não estar mais no mercado e que a falha não existe nos modelos mais recentes.

A falha é a seguinte: o gerenciamento do termostato pode ser feito a partir de um portal da web que não é lá muito seguro, e as credenciais de entrada ficam gravadas no código-fonte da página, que pode ser facilmente acessada por qualquer pessoa.

Com os dados de login em mãos, o hacker conseguiu mexer na temperatura da casa, transformando um ambiente agradável em um calor infernal.

A questão da segurança tem potencial para impedir a popularização das tecnologias de casas conectadas. Afinal de contas, ninguém vai querer uma fechadura que pode ser facilmente hackeada, ou então viver em um ambiente que a qualquer momento pode ter a temperatura alterada por alguém de fora.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ