Hackers roubaram dados do Facebook para direcionar anúncios enganosos

O vazamento de dados do Facebook revelado no fim de setembro pela empresa foi causado por hackers que queriam ganhar dinheiro com publicidade enganosa. É isso o que diz uma reportagem do Wall Street Journal, ao afirmar que investigações da empresa indicam que spammers estavam por trás do ataque à rede social.

Citando fontes próximas às investigações internas do Facebook, a reportagem do Wall Street Journal diz que as descobertas preliminares indicam que o objetivo dos hackers era ganho financeiro, e não interferência política.

O Facebook, assim como outras redes sociais, se tornou alvo de hackers vinculados a governos de países como Rússia e Irã que visam manipular opinião pública em eleições especialmente nos Estados Unidos. As investigações do Facebook, no entanto, indicam que o ataque recente não tem relação com isso.

O que os pesquisadores do Facebook acreditam no momento é que as pessoas por trás do ataque eram spammers de uma empresa de marketing digital cujas atividades nefastas já eram conhecidas pelos funcionários da rede social. Ao coletar indevidamente dados de usuários do Facebook, os hackers queriam direcionar anúncios enganosos para ganhar dinheiro.

O ataque em questão foi divulgado pelo Facebook no fim de setembro. Ele atingiu cerca de 30 milhões de usuários da rede social, sendo que 14 milhões deles tiveram detalhes como número de telefone, endereço de e-mail, gênero e status de relacionamento coletados pelos hackers.

Ao Wall Street Journal, o Facebook se recusou a comentar o caso e disse que está trabalhando em conjunto com o FBI para descobrir a origem dos ataques.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ