Horário de verão pode abrir caminho para cibercrimes; saiba como se proteger

A partir do próximo domingo, 18, começa o horário de verão brasileiro, que será adotado por 10 estados e pelo Distrito Federal. Além dos ajustes do relógio, é preciso ficar atento aos aparelhos eletrônicos: a dessincronização dos dispositivos pode trazer riscos para os usuários e servir como porta de entrada para cibercrimes.

Para evitar o problema, especialistas indicam que pessoas e empresas estejam atentas para a precisão do horário do sistema.“O horário é a semente para utilizar aplicativos que têm o tempo como referência ou mesmo efetuar acessos a sistemas de internet banking,que usam de tokens, dispositivos eletrônicos de segurança que garantem proteção extra às transações financeiras”, explica Alan Santos, analista de segurança da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Santos explica ainda que a sincronização é importante para manter a consistência dos registros e garantir que possíveis crimes cibernéticos sejam punidos. " É possível rastrear os usuários que tiveram acesso às máquinas a partir do registro dos horários. Nesse caso, o horário correto é fundamental para refazer a cronologia dos fatos, tal como acontece na ciência forense”, conta.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ