Justiça livra Apple de culpa por morte de jovem em acidente de trânsito

Uma juíza da Califórnia, nos Estados Unidos, decidiu que a Apple não é culpada pela morte de um jovem em um acidente de trânsito.

O estudante universitário, que tinha 20 anos, estava enviando mensagem enquanto dirigia. A família do rapaz moveu uma ação contra a empresa afirmando que o sistema operacional do iPhone não possui uma função que bloqueie o uso enquanto a pessoa está dirigindo e que a Apple deveria ter responsabilidade legal sobre isso, uma vez que possui uma tecnologia patenteada que permitiria esse controle.

Conforme relata o Ars Technica, a juíza do Tribunal Superior de Santa Clara, Maureen Folan, no entanto, concorda que a companhia não causou o acidente, assim como não tem a obrigação de tentar evitar a condução distraída.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ