Loja de aplicativos do Google é invadida por resenhas falsas

O caso recente do WhatsApp, que recebeu um monte de resenhas falsas após a atualização que trouxe o novo recurso Status, jogou luz a um problema muito maior da loja de aplicativos do Google. Ao que parece, como aponta o The Next Web, muitos aplicativos estão recebendo avaliações falsas, feitas por bots, que ajudam a "inflar" suas notas.

Aplicativos populares como o Messenger, o Gmail e o Google Chrome também estão inseridos no caso. Algo que as avaliações têm em comum são as constantes referências a jogos ou jogabilidade - mesmo que o aplicativo não tenha nada a ver com um jogo. Abaixo, é possível ver uma amostra de resenhas desse tipo direcionadas ao Messenger.

Reprodução

Se passando por humanos

Embora esses aplicativos sejam bem populares, o intuito dessas resenhas falsas não é, necessariamente, elevar suas notas. O mais provável é que todas elas sejam escritas por bots, e os bots enviam resenhas sobre aplicativos populares para melhorar sua reputação junto à loja de aplicativos do Google. Com isso, a Play Store não os bloqueia.

Isso permitiria que os bots fossem usados para vender resenhas falsas - que podem valer até um dólar cada. Outra estratégia que os bots têm para evitar que a loja do Google os bloqueie é misturar algumas resenhas de quatro estrelas entre as resenhas de cinco estrelas que eles postam.

Fora isso, o ritmo em que essas resenhas falsas vêm sendo postadas também tem aumentado. De acordo com o site, o Messenger recebeu cerca de 4.500 resenhas de cinco estrelas com a palavra "game" entre 1 de janeiro e 26 de março de 2017; desde então, mais de 3.000 resenhas desse tipo já se agregaram às demais.

Risco de segurança

Para aplicativos como o Messenger e o Gmail, essas resenhas falsas não são um problema tão grande assim. O verdadeiro problema é que os bots responsáveis por elas também podem ser usados para "inflar" as notas de outros aplicativos da loja - especialmente programas mal-intencionados. Isso pode convencer até mesmo pessoas mais cuidadosas a instalar apps maliciosos em seus dispositivos.

Tanto o The Next Web quanto o Digital Trends mencionam que o Google ainda não lhes respondeu com comentários sobre o caso. Da última vez que denúncias assim apareceram, em outubro, a empresa limitou a visibilidade de aplicativos com resenhas falsas e desativou contas responsáveis por postagens desse tipo.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ