Crimes Digitais

Microsoft e FBI desmontam botnet que controlava 5 milhões de PCs

Renato Santino 06/06/2013 19h40
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Ataque derrubou 1 mil das 1,4 mil máquinas que controlavam a rede

A Microsoft e o FBI coordenaram um ataque a uma das maiores redes de botnets do mundo, a Citadel, auxiliados por autoridades de 80 países. Segundo a empresa, foram derrubadas 1 mil das máquinas que a compunham.

A rede foi responsável pelo roubo de US$ 500 milhões de contas bancárias do mundo inteiro em apenas um ano e meio. Foram mais de 5 milhões de computadores infectados que agiam sob os comandos da Citadel.

Os responsáveis pela rede, no entanto, seguem desconhecidos e foragidos. Mesmo assim, a Microsoft acredita que o ataque fragilizará bastante a estrutura.

"Os bandidos vão sentir o soco no estômago", afirma o conselheiro geral assistente da Unidade de Crimes Digitais da empresa, Richard Boscovich Domingues. Segundo a companhia, o criador incluiu o vírus em versões piratas do Windows e controlava PCs nos Estados Unidos, Europa Ocidental, Hong Kong, Índia e Austrália.

Para quem não sabe, as botnets são redes de computadores infectados por malware que podem ser controlados remotamente por cibercriminosos. Elas podem ser utilizadas como forma de distribuição de spam, vírus, ou até mesmo para ciberataques como DDoS.

Microsoft Vírus Crimes digitais FBI
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você