Na deep web, hacker brasileiro vende serviços para cartões de crédito roubados

Um jovem hacker brasileiro está vendendo serviços de checagem de credenciais de cartões de crédito na deep web, a parte da internet que não é exibida em serviços de busca como Google e Bing.

De acordo com a empresa de segurança digital que está investigando o caso, a Trend Micro, o brasileiro utiliza o codinome “Fama”, tem entre 17 e 18 anos de idade e cobra pagamentos mensais de R$ 100 pelo serviço. A empresa não informou se os pagamentos são feitos via bitcoin (moeda virtual) ou utilizando métodos mais comuns, como PayPal, por exemplo.

A técnica utilizada por ele é chamada de “CheckerCC” e consiste no upload das informações do cartão para a checagem dos dados realizando pequenos débitos realizados pelo hacker. Para comprovar que o método funciona, ele disponibilizou o serviço de checagem gratuitamente durante um período de tempo limitado na página.

Além desse site, especialistas da Trend Micro também identificaram outras páginas brasileiras que oferecem cursos de fraude financeira com explicações via Skype. Entre as lições estão clonagem de cartões, indicação de lojas virtuais para compras, instruções de como burlar sites como Ebay e Mercado Livre, entre outros.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ