Pesquisadores hackeiam a Siri à distância e sem dizer uma palavra

Pesquisadores franceses descobriram uma maneira de hackear a Siri, assistente pessoal da Apple, à distância, sem dizer uma palavra em voz alta.

Os pesquisadores usaram ondas de rádio para acionar silenciosamente os comandos de voz, contando com o cabo dos fones de ouvido, funcionando como uma antena. Durante a experiência, os sinais elétricos enviados foram interpretados como vozes reais. Na prática, isso fez com que a Siri pudesse ser controlada sem que o dono do celular pudesse perceber, realizando tarefas como realizar ligações, abrir o navegador e até usar o Facebook.

Vincent Strubel, responsável pelo estudo, afirma que o processo é bastante simples e as possibilidades são inúmeras. "O céu é o limite. Tudo o que você pode fazer por meio da interface de voz, você pode fazer remotamente e discretamente através de ondas eletromagnéticas ", explica.

Em áreas movimentadas, a estratégia pode atacar centenas de dispositivos ao mesmo tempo."Imagine um bar ou um aeroporto onde há muitas pessoas. O envio de algumas ondas eletromagnéticas poderia levar uma série de smartphones a ligar para um número pago e gerar dinheiro, por exemplo".

Na teoria, é possível controlar as assitentes do Google e da Apple a até 4,8 metros de distância.

Como se prevenir?

Especialistas indicam que o usuário pode reforçar a segurança da Siri desativando seu uso enquanto a tela estiver bloqueada, reduzindo os riscos de ataques enquanto o smartphone não estiver em uso.

Via Wired

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ