Segurança

Pílula de senhas

Pílula facilita acessos ao guardar senhas no estômago

Redação Olhar Digital 05/06/2013 15h25
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Pessoa pode engolir uma cápsula por dia durante um mês

Surgiram tantos problemas neste ano por causa de roubo de senhas que os principais serviços da internet resolveram adotar o sistema de verificação em dois passos, na tentativa de coibir acessos não autorizados. Mas e se isso não for suficiente?

Uma empresa criou um jeito inusitado de se armazenar senhas: tudo fica guardado em uma pílula. Seria mais seguro e facilita a vida de quem passa o dia digitando códigos em um monte de sites.

Como explica o pessoal do Update or Die, a cápsula guarda um sensor de 1 millímetro com dois materiais condutivos. Cada um fica de um lado, mas quando o estômago dissolve a pílula eles se conectam, liberando por um dia inteiro as senhas que você tiver guardado ali.

Computadores, celulares, tablets e até carros conseguem reconhecer o sinal com as senhas, fazendo com que o usuário economize tempo. Basta chegar perto e o recurso é ativado.

A pílula, batizada de Edible Password Pill for Devices, foi criada pela Proteus Digital Health, segundo os quais você pode usar a novidade todos os dias por um mês.

Hackers hack
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você