Segurança

sc

Presídios terão scanner corporal

Redação Olhar Digital 21/01/2009 11h45
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Depen fornecerá scanner corporal a 6 presídios brasileiros

Seis presídios brasileiros receberão até março scanners corporais que evitarão o constrangimento da revista íntima, procedimento pelo qual as mulheres são submetidas quando visitam presidiários.

Para o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Airton Michels, este aparelho dará condições para a desmobilização das quadrilhas dentro dos presídios. "Seja sob as vestes ou no interior do corpo, qualquer objeto será identificado pelo aparelho. É impossível burlá-lo", garante Michels, que afirma que também os homens serão submetidos à revista com o scanner.

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) enviará os aparelhos para as secretarias de segurança de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Amazonas. "São os Estados que decidirão quais presídios receberão o scanner corporal", afirmou.

Fabricado na Alemanha, cada aparelho custará R$ 640 mil aos cofres públicos. “Se levarmos em consideração a avaliação empírica que temos de que 20% das presas por tráfico de drogas foram flagradas durante a revista íntima e que esse equipamento inibirá novas tentativas, o custo dos aparelhos rapidamente estará pago”, disse Michels.

O único Estado a comprar esse aparelho antes do governo federal foi o Rio de Janeiro, para quem a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) informou que, “dentro das condições de uso relatadas pelas autoridades, o body scanner (scanner corporal) não oferece perigo algum”, e que ele já foi adotado por outros países, como Rússia e Lituânia.

Segundo Michels, de janeiro a outubro de 2008, houve um aumento de 4,3 mil presas em todo o país. “Nossa população carcerária feminina passou de 23 mil para 27 mil nos primeiros dez meses do ano.”

"Este aparelho representa uma ampliação da segurança do sistema prisional e terá, como efeito, a desmobilização das quadrilhas dentro dos presídios", completou.

 

OAB

Nesta segunda-feira, 19, o secretário geral adjunto da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Alberto Toron, declarou ser favorável à adoção do scanner corporal em substituição à revista íntima nos presídios brasileiros.

“Por diversas vezes nos posicionamos contrariamente à forma como a revista íntima era praticada. Com esse aparelho encontrou-se uma solução que garante dignidade para os familiares e segurança para os presídios”, disse.

Segurança Scanner
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você