Rússia culpa serviço secreto dos EUA por onda de ataques cibernéticos

A onda de ataques cibernéticos que atingiu milhares de computadores nos últimos dias jogou mais gasolina nas discussões entre Estados Unidos e Rússia. O presidente russo Vladimir Putin culpou os serviços secretos dos Estados Unidos pelos ataques.

Ao que o chefe de estado afirma, o ransomware utilizado no ciberataque, o WannaCry, foi desenvolvido pelas agências de segurança norte-americanas. “A Microsoft disse isso claramente. A Rússia não tem absolutamente nada a ver com isso. É estranho ouvir qualquer outra justificativa”, declarou Putin de forma oficial nesta segunda-feira, 15.

A declaração de Putin leva em consideração as críticas realizadas pela própria empresa norte-americana contra o governo do país também nesta segunda. A companhia creditou parte da culpa pelo ataque para as autoridades dos EUA

"Nós já vimos vulnerabilidades guardadas pela CIA aparecendo no WikiLeaks, e agora essa vulnerabilidade roubada da NSA afetou consumidores ao redor do mundo. Repetidamente, brechas de segurança nas mãos do governo vazaram para o domínio público e causaram danos em larga escala", disse a Microsoft.

Por fim, a companhia pediu a colaboração do governo para dar fim ao problema. "Precisamos que o setor de tecnologia, clientes e governos trabalhem juntos para combater ameaças como a do WannaCry”, citando o ataque como um alerta para que os governos acordem para a necessidade de investimentos em segurança cibernética.

Celular, fone de ouvido, notebook. A BlackFriday está recheada de ofertas, mas nem todas são vantajosas. Com a nova extensão do Olhar Digital, você encontra o menor preço e também cupons de descontos. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ