ashley madison

Invasão do site Ashley Madison teria causado dois suicídios

Lucas Carvalho, editado por Renato Santino 24/08/2015 15h29
Compartilhe com seus seguidores
A A A

O site de encontros extraconjugais Ashley Madison, que teve dados roubados e espalhados por hackers no início de agosto, anunciou nesta segunda-feira, 24, que pagará uma recompensa de US$ 500 mil para quem tiver informações sobre os responsáveis pelo vazamento de dados de milhões de usuários.

A polícia do Canadá, que investiga o caso, afirma que ao menos duas vítimas do vazamento chegaram a cometer suicídio no país. Por conta disso, as autoridades pedem que "pessoas conectadas aos fóruns de discussão na deep web", assim como a comunidade hacker, "façam a coisa certa" e ofereçam informações que possam ajudar nas investigações.

O ataque ao site é gravíssimo em vários sentidos, principalmente no impacto que ele pode ter sobre a vida das pessoas cujas informações foram divulgadas, graças a natureza dos serviços do site. Não só suas informações estão públicas na web, mas isso também abre margem para golpes, extorsão e ameaças que possam expor a pessoa para a sociedade e seus familiares.

O grupo de hackers auto-intitulado "The Impact Team", autor do ataque, teve acesso aos dados de mais de 30 milhões de usuários - entre eles, muitos brasileiros. Um levantamento feito pelo site Dadaviz mostra que a cidade de São Paulo é líder em número de usuários, com 374 mil contas cadastradas no site.

Via TechCrunch

Internet Sites Hackers
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você