Totens e carregadores comunitários podem trazer riscos ao smartphone

Durante viagens e passeios, é comum que os turistas procurem totens para carregar seus dispositivos na tomada e via entrada USB. Esse tipo de carregador comunitário gealmente está disponível em locais como aeroportos, cafés, shoppings e táxis. Apesar de parecerem inofensivos, os totens podem trazer riscos à segurança do usuário.

Pesquisadores da Kaspersky Lab alertam que além de carregar os aparelhps, a conexão USB permite a transferência de dados. Assim, é possível capturar dados do usuário sem que ele perceba. Além disso, é possível que aconteça uma infecção direta ou física do smartphone. Confira dicas para se manter seguro:

  • Sempre use seu carregador e evite comprar ou usar cabos de fabricantes desconhecidos;
  • Use a tomada para recarregar seu celular em vez da porta USB, especialmente quando for usar um totem em aeroportos ou outros locais públicos;
  • Não use os cabos de carregamento que ficam nos totens ou em taxis.


Cartões
A empresa de segurança alerta ainda para dois tipos de ataque muito comuns no Brasil e relacionados aos cartões de crédito. O primeiro deles, conhecido como "chupa-cabra", grava a tarja magnética do cartão e capta a senha do usuário por meio de câmeras nos caixas eletrônicos. Os pesquisadores dão algumas dicas para não cair nesse golpe:

  • Verifique se a luz verde, presente no leitor do cartão dos caixas eletrônicos, está acesa. Geralmente os criminosos substituem o leitor com uma versão que não mostra luz alguma;
  • Antes de começar a usar o caixa eletrônico verifique se há partes do caixa eletrônico que podem estar soltas ou faltando. Nesses casos, busque outro caixa eletrônico;
  • Esconda o teclado ao digitar sua senha.

O segundo tipo de golpe é a clonagem de cartões de débito e crédito. É difícil se proteger contra esse tipo de ataque, já que muitas vezes o ponto de venda foi modificado para salvar as informações do cartão. Mas fique atento. Algumas medidas podem reduzir as chances de se tornar uma vitima:

  • Nunca dê o cartão ao atendente. Se por algum motivo ele não puder trazer a maquininha, vá você até ela 
  • Se o equipamento parecer suspeito, mude a forma de pagamento. É sempre bom carregar algum dinheiro para essas situações;
  • Antes de digitar sua senha, verifique se você está na tela correta. Pessoas mal-intencionadas podem entregar a máquina na tela para digitar o valor da compra e, assim, visualizar sua senha.
  • Ative as notificações SMS. Os bancos oferecem este serviço que alerta o usuário de cada transação feita com o cartão. Mesmo que ela não impeça a clonagem do cartão, isso ajuda a detectar transações fraudulentas no momento em que elas ocorrem. Cancele o cartão o mais rápido possível.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ