Versão falsa de jogo para Android consegue controlar celular remotamente

Os usuários brasileiros e argentinos do Android precisam ficar atentos com os aplicativos que estão baixando. A empresa de segurança ESET identificou uma versão maliciosa do jogo "FrontLine Commando D-Day", cujo objetivo é controlar o dispositivo da vítima remotamente.

O aplicativo é oferecido em uma loja online não oficial, que promete uma versão especial do jogo, com armas e recursos ilimitados. Essa versão também pode ser baixada pelo Google Play ou por um site de compartilhamento de arquivos.

Quando o usuário tenta fazer o download, o aplicativo é instalado no celular e a pessoa recebe uma mensagem de erro informando que houve uma falha no download porque os recursos não foram encontrados. No entanto, nesse momento, o app realiza uma série de ações no dispositivo que permitem controlá-lo de maneira remota.

O responsável pelo ataque passa a ter controle sobre as mensagens de SMS, câmera, ligações e informações armazenadas no smartphone e no cartão de memória, entre outros recursos.

Segundo os especialistas em segurança, apenas algumas versões antigas do sistema operacional Android, particularmente aquelas com SDK entre 7 e 16, estão vulneráveis ao ataque – o que representa 10% dos aparelhos existentes.

Para evitar esse tipo de problema, os usuários devem sempre manter o sistema operacional atualizado, evitar baixar aplicativos fora da loja oficial e, se possível, ter um antivírus instalado no celular.

A BlackFriday está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ