Compartilhe com seus seguidores
A A A

Estudante processa Apple em 1 bilhão de dólares

Redação Olhar Digital 23/04/2019 20h10

Vai pagar pelo erro! Nos Estados Unidos, um jovem de 18 anos abriu um processo contra a Apple de um bilhão de dólares - sim, um bilhão - depois de ter sido falsamente acusado de uma série de roubos pela empresa. O acusado acredita que o erro foi causado pelo sistema de reconhecimento facial da Apple que teria o confundido com o ladrão. Ousmane Bah chegou a ser preso, mas na delegacia, descobriu-se que no dia do roubo, Bah estava comemorando sua festa de formatura, bem longe das lojas da Apple. A polícia de Nova York acredita que o criminoso usou uma identidade roubada com as informações do estudante durante um dos roubos. O problema é que o documento não tinha foto. A ação acusa o sistema de reconhecimento facial das lojas para associar o rosto do ladrão real aos detalhes de Bah. Mas em uma entrevista ao site Engadget, um porta-voz da Apple garantiu que a empresa não usa reconhecimento facial em suas lojas.

 

Apple Crimes digitais reconhecimento facial
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você