Segurança

Compartilhe com seus seguidores
A A A

Falha no Sim Card permite rastreio de usuários

Henrique Freitas, editado por Liliane Nakagawa 28/10/2019 20h10

Um relatório publicado pela empresa Adaptive Mobile Security detalha uma nova ameaça aos usuários de telefones celulares. A falha batizada de SimJacker, permite um Hacker controlar remotamente um telefone, revelando sua localização e forçando-a fazer chamadas ou enviar mensagens. A falha acontece por causa de um software chamado S@t Browser, embutido nos SIM Cards usados por muitas operadoras, e que originalmente era usado para serviços como consulta ao saldo de recarga.

Segundo a empresa, a falha pode ser explorada em campanhas de desinformação, fraude, espionagem, disseminação de malware, negação de serviço ou roubo de informações. Ainda segundo o relatório, em apenas um país, os pesquisadores observaram de 100 a 150 números serem alvo do ataque, todos os dias, com picos de até 300 números por dia.

O Sinditelebrasil, sindicato que representa as operadoras de telefonia no Brasil, informou em nota que: “As operadoras afirmam que já estavam cientes da vulnerabilidade apontada pelos pesquisadores da Adaptive Mobile. E que as prestadoras de serviços que faziam o uso desta funcionalidade vem tomando todas as medidas cabíveis para reforçar a segurança e ressaltam que não foi identificado nenhum cliente afetado pela falha no país.

Entre as operadoras, apenas a Claro se manifestou, afirmando que não usa o S@t Browser, portanto seus clientes não são afetados pela falha.

Hackers malware hack operadoras sim card falha de segurança
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você