Jogadores finalmente poderão ganhar dinheiro com criações no 'Minecraft'

Você certamente já viu aqui no Olhar Digital uma centena de notícias sobre criações mirabolantes no jogo de mundo aberto "Minecraft". De aplicativos funcionais até um mundo inteiro, quase tudo já foi construído em detalhes pelos incansáveis jogadores do game. Agora, o que antes era simples exercício de criatividade, pode virar fonte de renda.

A Microsoft, dona da marca, lançou nesta semana uma loja virtual para desenvolvedores independentes de "Minecraft". Nela, é possível colocar à venda, por dinheiro de verdade, criações, pacotes de texturas e outros tipos de conteúdo adicional para quem quiser comprar e acrescentar ao próprio jogo.

Por enquanto, porém, a plataforma está em fase de testes. A estreia do beta público acontecerá para usuários de Android até o fim do mês, com uma série de criações, mapas e outros conteúdos selecionados pela própria Microsoft. Com o tempo, o plano é abrir o mercado virtual para qualquer desenvolvedor ganhar dinheiro com suas obras.

Além disso, as transações serão feitas usando uma moeda virtual, que poderá ser adquirida em troca de dinheiro de verdade. Com o tempo, as compras feitas em uma plataforma estarão disponíveis em todas as outras, de modo que uma construção adquirida no PC também poderá ser usada no "Minecraft" para Xbox, por exemplo.

A novidade também é uma forma de fazer a franquia de jogos (que já é uma das mais vendidas de todos os tempos) gerar ainda mais lucros para a Microsoft. A empresa adquiriu os direitos sobre o título em 2014, quando comprou o estúdio Mojang por US$ 2,5 bilhões. "Minecraft" já vendeu mais de 122 milhões de cópias, segundo a própria desenvolvedora.

[TechCrunch]





RECOMENDADO PARA VOCÊ