Microsoft cria divisão de nuvem que pode levar jogos para além do Xbox One

A Microsoft anunciou a criação de uma nova divisão focada em jogos na nuvem nesta quinta-feira, 15. A iniciativa pretende acelerar a adoção de serviços da empresa por desenvolvedores e também pode resultar no lançamento de uma plataforma de streaming de games através da internet. A novidade poderia ser lançada até mesmo em consoles rivais, como o PlayStation 4 e o Nintendo Switch.

De acordo com a publicação do The Verge, a Microsoft vem dando passos silenciosos em direção do uso da nuvem para jogos. Desde 2015, a empresa tem feito aquisições de empresas como a PlayFab e reorganizando sua equipe em torno do assunto. Já a criação da nova divisão teria começado no fim de 2017 e atualmente está sob a liderança de Kareem Choudhry, engenheiro há 20 anos na empresa com passagem pelo Outlook, DirectX e Xbox.

Ainda de acordo com a publicação, a nova área tem como objetivo incentivar desenvolvedores e produtores a usar os serviços de nuvem da Microsoft. A Ubisoft, por exemplo, já usa o Azure em game Rainbow Six: Siege nas versões de PC, Xbox e PlayStation 4. Até mesmo games para celulares, como o Black Desert, utilizam máquinas virtuais remotas da Azure e bancos de dados.

As ambições da Microsoft envolveriam ainda a criação de uma plataforma de streaming de jogos através da Internet. Atualmente, a empresa já possui um serviço de assinatura que permite que usuários baixem títulos para o Xbox One, mas a ideia seria movê-los para a nuvem. O “Netflix dos games” poderia, inclusive, ser lançado em outras plataformas como computadores, PlayStation 4 e Nintendo Switch, embora a Microsoft reconheça que possa enfrentar barreiras da Sony e Nintendo.

Nos últimos meses, diversos serviços de streaming de jogos têm sido lançados, especialmente para PCs. A Sony, por exemplo, já oferece o PlayStation Now com games de última geração para o PS4 e computadores. Já a Nvidia anunciou uma iniciativa semelhante para computadores batizadas de GeForce Now.

Além de oferecer uma experiência multiplataforma, os jogos na nuvem permitiriam ainda que o usuário pudesse rodar games de última geração em PCs mais antigos. Isso seria possível porque toda a computação gráfica seria movida para os servidores e transmitida para o aparelho do usuário. A iniciativas, porém, ainda têêm encontrado dificuldades como a velocidade e latência das conexões de internet.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ