Novo jogo de 'South Park' fica mais difícil se o personagem for negro

Um dos jogos mais esperados do ano dentro do gênero RPG, "South Park: A Fenda que Abunda a Força" toca em uma série de questões delicadas, como é de costume para a franquia, e agora foi revelado como o título entra sutilmente na temática do racismo.

Aoife Wilson e Chris Bratt, do Eurogamer, descobriram durante um gameplay publicado ontem que a dificuldade do jogo é definida de acordo com a cor do seu personagem. Assim, se você escolher ser branco, a vida será mais fácil; se for negro, tudo será mais difícil.

Durante esse processo de decisão, Eric Cartman, um dos protagonistas da série, ainda comenta que sua escolha não afeta os modos de combate, "apenas todos os outros aspectos da sua vida inteira". Isso pode ser visto após a marca de cinco minutos e 40 segundos no vídeo abaixo.

Mais tarde, o jogador também é instado a indicar seu gênero, uma novidade na franquia, já que no jogo anterior só havia menino. Se optar por ser garota, o conselheiro, Sr. Mackey, ligará para seus pais para obter uma confirmação.

Ele repetirá o processo caso você indique ser transgênero, conforme se vê a partir dos 44 minutos do vídeo abaixo.

"South Park: A Fenda que Abunda a Força" é desenvolvido pela Ubisoft e tem lançamento previsto para 17 de outubro tanto para PlayStation 4 quanto para Xbox One e PC.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ