Russo é condenado a três anos e meio de cadeia por jogar 'Pokémon Go' em igreja

O blogueiro russo Ruslan Sokolovsky foi considerado culpado hoje por diversas acusações, incluindo "violar sentimentos religiosos" e posse ilegal de uma caneta com uma câmera, e condenado a três anos e meio de cadeia. Tudo isso porque, em julho do ano passado, Sokolovsky postou um vídeo seu jogando Pokémon Go dentro de uma igreja.

Segundo a agência russa de notícias TASS, a juíza Yekaterina Shoponyak acatou o pedido da acusação de três anos e meio de cadeia como pena. "De acordo com a avaliação de especialistas, a corte considerou o blogueiro Sokolovsky culpado de incitar ódio, violar sentimentos religiosos e posse ilegal de meios técnicos especiais - uma caneta com câmera de vídeo", disse a juíza em sua decisão.

Caso longo

Embora a decisão da juíza só tenha saído agora, Sokolovsky já havia sido preso por esse mesmo caso. Em setembro de 2016, ele foi detido e mantido em prisão domiciliar por dois meses, mas foi transferido para um centro de detenção pré-julgamento em outubro por ter violado os termos de sua prisão domiciliar. Sua defesa apelou contra a medida, mas a corte regional de Sverdlovsk rejeitou o apelo.

Durante o processo, a polícia russa revistou o apartamento do blogueiro e descobriu a caneta com câmera que, em janeiro de 2017, gerou uma nova acusação contra o blogueiro. Sokolovsky já havia pedido desculpas a todos os frequentadores da igreja ao longo do processo, mas foi condenado mesmo assim. 

Autoritarismo

A condenação reforça a postura quase autoritária do governo russo em torno das comunicações digitais de seus cidadãos. O país tem uma das leis de vigilância mais abrangentes do mundo, é extremamente resistente à presença de empresas estrangeiras de tecnologia em seu território e já chegou até a proibir o PornHub.

Também fica notável no caso a resistência dos religiosos russos contra o jogo. No Brasil, por outro lado, igrejas chegaram até mesmo a convidar jovens para caçar pokémons e postar as imagens em seus perfis nas redes sociais.

Celular, fone de ouvido, notebook. A BlackFriday está recheada de ofertas, mas nem todas são vantajosas. Com a nova extensão do Olhar Digital, você encontra o menor preço e também cupons de descontos. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ