Serviço online do Switch chega em setembro com multiplayer e jogos clássicos

O Nintendo Switch vai ganhar novas funcionalidades online a partir de setembro. A Nintendo anunciou mais detalhes de como vai funcionar o serviço online do console, que vai cobrar dos usuários para oferecer backup de saves de jogos e também para partidas online contra outros jogadores.

Que a Nintendo vai cobrar para jogar online não é novidade - a empresa anunciou que faria isso antes do lançamento do Switch. O serviço online do console estava previsto para ser lançado durante 2017, mas foi adiado e agora está previsto para setembro de 2018.

Quem assinar o serviço da Nintendo vai ter acesso não apenas às partidas online, mas também a backup de dados de save na nuvem e acesso a jogos clássicos da empresa com novos recursos para o mundo moderno.

Por enquanto, a Nintendo diz que 20 jogos de NES serão disponibilizados para todos os assinantes, e alguns deles vão ganhar um modo online, por exemplo. A empresa promete adicionar mais games no futuro, mas não deixou claro se vai expandir para outros consoles como Super Nintendo e Game Boy ou se vai ficar apenas no Nintendinho.

Dos 20 primeiros jogos, dez já foram confirmados:

  • Ice Climber
  • Legend of Zelda
  • Balloon Fight
  • Soccer
  • Tennis
  • Mario Bros.
  • Super Mario Bros.
  • Dr. Mario
  • Super Mario Bros. 3.
  • Donkey Kong

Preços

Os preços do serviço não são altos, especialmente em comparação com concorrentes. Um mês de serviço online custará US$ 4 (cerca de R$ 14), enquanto três meses saem por US$ 8 (cerca de R$ 28). Quem preferir pagar por um ano inteiro de uma vez vai precisar desembolsar US$ 20 (cerca de R$ 71).

A Nintendo ainda vai oferecer um plano familiar de assinatura que vai custar US$ 35 (cerca de R$ 125) por ano para até 8 pessoas.

Para efeito de comparação, a Microsoft cobra R$ 69,90 por três meses, ou R$ 99 por seis meses, ou R$ 149 por um ano do serviço Xbox Live Gold. Já a Sony cobra R$ 24,99 por um mês, R$ 49,99 por três meses, ou R$ 129,99 por um ano.

Mas os serviços dessas empresas é mais robusto, e conta com chat por voz (a Nintendo restringe o recurso a um aplicativo para smartphones) e oferta mensal de games gratuitos (que não são apenas relançamentos de jogos dos anos 80, como no caso dos games do NES).

Enquanto o serviço online do Switch não é lançado, a jogatina online segue sendo gratuita para jogos como "ARMS", "Splatoon 2" e "Mario Kart 8 Deluxe", mas a funcionalidade será restrita aos assinantes quando o serviço for lançado.

Em um FAQ postado em seu site oficial, a Nintendo confirma que o serviço estará disponível no Brasil já no lançamento, embora ainda não se saiba se a cobrança será feita em real ou em dólar.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ