Entenda como funciona a gamificação nas empresas

Se a empresa onde você trabalha ainda é do tipo que proíbe o uso de comunicadores e redes sociais, alerte seu chefe: eles podem estar desperdiçando uma grande oportunidade. Enquanto muitas proíbem, empresas mais modernas colhem o resultado da introdução de games no dia a dia da corporação.

A gameficação não é conceito novo. A experiência dos jogos já é aliada com sucesso à pedagogia – tornando as aulas mais criativas e dinâmicas; a sites de e-commerce para atrair compradores; e jogos corporativos são usados para trabalhar a criatividade e inovação dentro de algumas empresas.

Nesta empresa, por exemplo, a ideia veio com o objetivo de equilibrar a gestão de pessoas e a gestão de resultados. Nesta outra companhia, que usa o mesmo game, a ideia era – mais do que avaliar o desempenho dos profissionais – tornar o ambiente de trabalho um pouco mais descontraído.

A plataforma adotada por estas duas empresas mais parece uma rede social interna combinada com game. Além das demandas diárias, que cada funcionário deve cumprir para ganhar pontos no jogo, é possível elogiar os colegas de trabalho e até trocar mensagens. Se antes a avaliação de performance do profissional era feita por um superior direto a cada seis meses, agora o processo se tornou muito mais divertido.

Além de se destacar, quando o funcionário cumpre suas tarefas e ganha pontos, acaba competindo com seus colegas. O que, na visão da empresa, também é bastante interessante.

E o seu local de trabalho, como é? E o que você acha da gameficação? Acesse olhardigital.com.br e deixe sua opinião. Será que os games realmente vão além do entretenimento e trazem resultados? Aproveite para conferir outras reportagens que fizemos sobre o assunto e fique por dentro.

 

 

 

 



RECOMENDADO PARA VOCÊ