Esta lixeira conectada é mais útil do que parece; entenda

Você já sabe: a indústria de tecnologia quer colocar conexão em praticamente todos os objetos, para criar a chamada internet das coisas. O último exemplar deste plano foi apresentado no MWC 2016, em Barcelona: uma lixeira conectada. Isso mesmo. E elas podem, sim, ser bem úteis.

A ideia da empresa, chamada Sigfox, não é que as lixeiras inteligentes estejam na sua casa, mas para que elas sejam aplicadas em maior escala, para ajudar cidades inteiras a planejar melhor a coleta, permitindo observar quais lixeiras precisam ser esvaziadas com mais urgência.

Sensores conseguem medir o quão cheia está a lixeira e mandar esta informação pela rede. Assim, o serviço de coleta pode evitar a situação desagradável que é uma lixeira transbordando e evitar desperdiçar o tempo (tempo = dinheiro, na máxima capitalista) verificando lixeiras vazias.

A própria cidade de Barcelona, onde está acontecendo o MWC, mostrou interesse, e vai instalar 200 unidades em suas ruas.

A Sigfox, uma empresa francesa, também tem outras ideias para a Internet das Coisas, todas elas girando em torno de sua tecnologia de rede, que permite a transmissão de volumes minúsculos de dados, mas que dão conta do recado, o que facilita também sua aplicação em aparelhos que não tenham a bateria suficiente para longos períodos conectados no Wi-Fi.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ