Galaxy S7 x G5: comparamos os novos tops de linha da Samsung e da LG

O Mobile World Congress mal começou e dois smartphones impressionantes já foram apresentados. São eles o Galaxy S7 (e o S7 Edge, seu "irmão maior") e o G5, os novos tops de linha da Samsung e da LG, respectivamente.

Os dois dispositivos têm configurações de ponta, como seria de se esperar, e recursos que estendem os limites do que normalmente esperamos de dispositivos móveis como eles. E, embora ambos sejam bastante impressionantes, uma olhada nas especificações dos dois já permite perceber algumas diferenças notáveis.

Como os aparelhos acabaram de ser anunciados, ainda não é possível ter ideia de como eles se sairão em uma situação de uso real. Com base nas informações já disponíveis sobre eles, porém, confira a seguir uma comparação entre os dois mais poderosos Androids do mercado:

Design

Reprodução

Tanto o LG G4 quanto os Samsung Galaxy S6 e S6 Edge eram aparelhos muito bonitos de se ver. O G4 tinha uma série de acabamentos diferentes na parte traseira, e o S6 Edge tinha sua icônica tela curva nas bordas.

Os Galaxys S7 mudaram muito pouco, em termos de design externo, com relação aos S6. A principal diferença é a lombada da câmera traseira, que já havia se tornado uma espécie de "marca registrada" dos Galxys. No S7, ela praticamente não existe, deixando a traseira do aparelho mais lisa.

Mas seria injusto não destacar, nessa categoria, o G5. Além de mudanças mais notáveis em seu design, como as bordas arredondadas que o tornam mais semelhantes aos iPhones, o novo aparelho da LG também tem bateria removível - algo que praticamente nenhum outro dispositivo tem hoje em dia.

Além disso, a parte inferior do aparelho, que pode ser removida para retirar a bateria, também pode se acoplar a uma série de acessórios diferentes, que permitem dar novas funções ao aparelho. Ainda não dá pra dizer se a LG conseguirá aproveitar o potencial que essa escolha de design dá ao smartphone, mas é bem raro (e muito legal) ver uma empresa se arriscando tanto assim para tentar fazer algo novo.

Bateria



As baterias dos Galaxys S6 já não fazia feio, mas a Samsung aumentou consideravelmente a capacidade das baterias de seus smartphones: o S7 tem 3000 mAh (contra 2550 mAh do S6) e o S7 Edge tem 3600 mAh (contra 2600 do S6 Edge). Pelo menos no papel, deve ser energia suficiente para render um dia de uso relativamente intenso.

E, mesmo que esse não seja o caso, os dispositivos também terão a tecnologia de carregamento rápido da Samsung, que promete 4 horas de bateria com 15 minutos de carga. POr esses motivos, bateria não deve ser um problema para os donos dos Galaxys S7.

O G5, por sua vez, tem uma bateria de "apenas" 2800 mAh. Como sua tela e seus componentes internos são semelhantes aos dos Galaxys, mas sua bateria é menor, isso até pode ser um ponto preocupante. Mas como o dispositivo tem bateria removível, uma solução bastante simples seria levar outra bateria no bolso. Além disso, alguns dos "Friends" (acessórios do G5) também terão extensões de bateria, que devem dar maior autonomia energética ao aparelho.

Hardware

Uma disputa bem apertada. A começar pelo fato de que os dois dispositivos terão 4GB de RAM. O LG G5 usará como processador o Snapdragon 820, última geração dos processadores da Qualcomm, o que deve lhe render um desempenho no mínimo bastante aceitável. Em algumas regiões, esse será também o processador dos Galaxys S7 e S7 Edge.

Em outras regiões, no entanto, os smartphones da Samsung serão lançados com o Exynos 8890, a última geração de processadores da empresa coreana, o que deve lhes dar uma vantagem considerável em relação ao aparelho da LG. O S6 e o S6 Edge tinham o Exynos 7420, a geração passada de processadores da Samsung, que fez deles os smartphones Android mais potentes do mercado, com alguma folga (segundo o ranking da Antutu). 

Processadores à parte, um grande ponto a favor dos dois tops de linha é a presença de slot para cartão microSD. Após sua triste ausência nos S6, o espaço para expansão do armazenamento voltou aos aparelhos da Samsung nessa geração, que terão capacidade para cartões de até 200GB. A LG também aposta no slot para expansão de memória do G5, e vai mais longe: a capacidade é de incríveis 2TB.  

Câmera



Outra disputa bastante acirrada, porque a câmera foi um dos principais destaques tanto dos Galaxys S6 quanto do LG G4. E, ao que parece, as duas empresas estavam dispostas a investir para assumir de vez a liderança nesse quesito.

O que mais chama a atenção é a câmera - ou melhor, as câmeras - do G5. Ele possui duas câmeras em sua parte traseira: uma com sensor de 16MP, fotografando em até 78 graus, e a outra "apenas" 8MP. A configuração permite fazer fotos em ângulos de até 135 graus. Além delas, o dispositivo também tem uma câmera frontal com respeitáveis 8MP. E se as câmeras tiverem a mesma qualidade e as mesmas opções de ajuste que as do G4, elas deverão ser bem impressionantes.

Os S7, por outro lado, podem até dar a impressão de não estarem bem nesse quesito. Afinal, suas câmeras traseiras foram "rebaixadas" para apenas 12MP, contra 16MP dos Galaxys S6, e as frontais permaneceram nos mesmos 5MP. No entanto, segundo a empresa, diminuir o número de píxels mantendo o mesmo tamanho do sensor permite que cada píxel receba mais luz, melhorando o desempenho da câmera em situações de baixa luminosidade.

E, para acompanhar essa decisão, a Samsung também deu á câmera traseira dos S7 uma abertura de f/1.7 - a maior já vista em um smartphone. Quando maior a abertura, mais luz o sensor recebe, e essas duas escolhas podem fazer dos S7 os melhores dispositivos para se fotografar em cenas escuras.

O fato de que os S6 são os smartphones com a melhor câmera do mercado segundo o respeitável DxOMark também nos leva a esperar bastante das câmeras dos S7. Vai ser muito interessante ver como os smartphones da LG e da Samsung vão se comparar nessa categoria.

Tela



Tanto os novos Galaxys quanto o LG G5 possuem telas com resolução 2K, então em termos de resolução não há muito a se discutir. Em termos de tamanho, a comparação também é um pouco complicada: a do G5 terá 5,3 polegadas; a do Galaxy S7, 5,1 polegadas; e a do S7 Edge, 5,6 polegadas. Em termos de tamanho, portanto, estão todas na mesma "grande área", sem que nenhuma delas chegue a proporções muito diferentes do padrão.

Se há um diferencial a se observar, é a tela "sempre ligada" do G5, que permite que um terço de sua tela fique sempre aceso, mostrando horas e notificações enquanto consome apenas 0,8% de bateria por hora, segundo a empresa. A LG apostou tanto no recurso que até lançou uma capinha sob medida para aproveitá-lo.

Os S7, no entanto, também terão um recurso semelhante - embora, ao que pareça, sem tantas funcionalidades. Mas falar de telas sem mencionar a tela com bordas curvas do S7 Edge seria um erro grosseiro, já que ela é um dos principais atrativos do aparelho. E agora que a Samsung abriu as funcionalidades dela para desenvolvedores externos, ela deve ficar mais interessante ainda. Isso sem contar a tradição que a Samsung tem em produzir telas AMOLED extremamente precisas.

ATUALIZAÇÃO: uma versão anterior dessa nota informava erroneamente que o LG G5 não tinha slot para cartão microSD. A nota e a comparação foram atualizadas por conta dessa informação.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ