Águias destruidoras de drones já fizeram fotógrafo perder quase R$ 250 mil

Águias são conhecidas por serem pássaros bastante territoriais e valentes. Por isso, elas não gostam de ver máquinas voadoras invadindo o “espaço aéreo” delas. Quem pôde aprender essa lição de perto foi o fotógrafo Rick Steven, que viu nove drones serem abatidos ferozmente pelos pássaros na Austrália.

Ele conta que usa as aeronaves para registrar imagens aéreas. O modelo utilizado é o Trimble UX5, que sai por 10 mil dólares australianos. Para piorar, cada câmera que é acoplada ao gadget custa algo em torno de 10 mil dólares australianos, mas nem todas foram destruidas. Somado e convertido para a nossa moeda, o prejuízo é de algo em torno de R$ 248 mil.

Depois que os primeiros drones foram derrotados, o fotógrafo pintou as aeronaves de preto para tentar fazer com que elas passassem desapercebido dos olhares dos pássaros por se assemelharem a um “filhote de águia”. Não adiantou. Pouco tempo depois, as águias perceberam a armação e não ficaram, digamos assim, muito contentes.

Apesar disso, Steven conseguiu desenvolver uma tática para que seus drones não sejam atacados. Ele os coloca para voar apenas na parte da manhã, quando as temperaturas estão mais baixas, momento que os pássaros preferem descansar. Ao primeiro sinal de águia avistada, o voo é cancelado.

Via Mashable

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ