26% das softwarehouses brasileiras atuam no exterior

Dado é de uma pesquisa realizada pela Assespro-SP e ITS

Maior foco no mercado doméstico, pequena atuação no exterior, predomínio de profissionais técnicos no quadro total de funcionários. Esses são algumas das principais características das 50 maiores empresas brasileiras de software, de acordo com estudo realizado pela MBI, em parceria com a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet de São Paulo (Assespro – São Paulo) e do Instituto de Tecnologia de Software (ITS). Segundo o levantamento, apenas 26% das maiores empresas brasileiras de software mantêm alguma atividade de exportação. A grande maioria, 72% dos entrevistados, atua exclusivamente no mercado doméstico. A Argentina é principal destino, com 20% das exportações de software. Apenas 6% vendem para os Estados Unidos, 2% para a Rússia e 2% para Angola.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ