Cérebro humano entende emoticons como expressões faciais reais

A tecnologia mudou os meios comunicação, mas também mudou a forma como entendemos a comunicação. O resultado disso é que os emoticons, ícones criados para representar emoções com símbolos do teclado, já são interpretados pelo cérebro humano como expressões faciais reais.

O estudo considera que o emoticon, criado nos anos 1980, passou a ser reconhecido desde então pela mesma região do cérebro ativada quando um ser humano sorri, de acordo com os cientistas da Flinders University, na Austrália.

"Não há uma resposta natural neural aos emoticons que já nascem com os bebês. Antes de 1982, não havia razões pelas quais um ":-)" ativasse áreas que reconhecem rostos no córtex, mas agora isso acontece porque aprendemos que isso representa uma face", declarou o cientista Owen Churches à ABC News. "É uma resposta neural inteiramente criada pela cultura. É realmente algo incrível", completou.

Para chegar a esta conclusão, o estudo considerou 20 participantes, que observaram imagens de rostos reais, emoticons e, além disso, caracteres sem sentido para controle.

A pesquisa também mostrou que quando uma série de pontuações foi utilizada da forma contrária, como "(-:", ou então na vertical, a resposta não foi igual. "As áreas do cérebro envolvidas no reconhecimento facial não são capazes de processar a imagem como um rosto", diz Churches.

"Os emoticons são uma nova forma de linguagem que produzimos, e para decodificá-la, produzimos um novo padrão de atividade cerebral", aponta o cientista. Isso, claro, se você usar os emoticons corretamente. :)





RECOMENDADO PARA VOCÊ