Google+ derruba proibição a nomes falsos na rede social

Renato Santino 16/07/2014 09h00
Google+
A A A

O Google anunciou uma mudança importante em suas políticas em relação ao Google+. Agora, a empresa permitirá que usuários utilizem o serviço sem utilizar seu nome real, conforme anunciado na conta oficial na rede social.

Esta era uma das críticas feitas à rede social, já que seus usuários não podiam proteger suas identidades reais. Em um caso, de janeiro deste ano, uma transexual acabou sendo revelada aos colegas de trabalho contra a sua vontade. Isso aconteceu ao confundir o app de mensagens e o Hangouts, que se misturaram no Android KitKat. Com isso, ela pretendia enviar um SMS, mas enviou uma mensagem com seu perfil do Google+, com o novo nome verdadeiro.

As reclamações fizeram com que o Google abrandasse um pouco suas restrições, possibilitando que pseudônimos famosos pudessem ser utilizados pelas pessoas, e os usuários do YouTube mantivessem seus usernames.

“Sabemos que nossa política era pouco clara, levando usuários a ter experiências desnecessariamente difíceis. Pedimos desculpas, e esperamos que a mudança seja um passo no caminho de tornar o Google+ um lugar mais convidativo e inclusivo que queremos que ele seja”, diz a mensagem.

Coincidentemente ou não, a decisão chega pouco tempo depois da saída de Vic Gundotra da empresa. O ex-executivo é o “pai” da rede social, considerado líder de seu desenvolvimento. Supostamente ele teria saído em abril deste ano por discordar da visão do restante da empresa sobre os rumos do serviço.

Via Ars Technica 

Google redes sociais privacidade Google+ rede social
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você