Saiba por que a Microsoft "pulou" do Windows 8 para o 10

Na última terça-feira, 30, a Microsoft apresentou o Windows 10, novo sistema operacional da companhia. Apesar das novas mudanças como a volta do Menu Iniciar, um dos assuntos mais comentados na nova versão é seu nome. Afinal, por que a empresa teria pulado do Windows 8 para Windows 10?

Diversas teorias já surgiram pela internet. A mais divulgada é a de que a Microsoft teria considerado o Windows 8.1 como a nona versão do Windows. Durante o preview técnico do sistema, a companhia se limitou apenas a dizer que o salto "representa o salto tecnológico dado entre uma geração e outra do sistema operacional".

Contudo, uma teoria recém divulgada pelo site CNET parece, por enquanto, ser a mais provável. Um usuário do fórum Reddit identificado com o nome "Cranbourne" lembrou que outras versões do Windows já começaram com o numeral 9: Windows 95 e 98. Se o novo sistema começasse com 9, poderia apresentar problemas de compatibilidade, pois, durante a leitura de códigos de programação, o sistema veria que o nome inicia com "Windows 9". Deste modo, os programas poderiam parar de funcionar e o novo Windows poderia apresentar erros de verificação na versão ou outras falhas desconhecidas.

O problema, então, é a popularidade dos sistemas que se iniciam com o número 9, como o Windows 95 e 98. Para evitar a confusão com futuras versões, desta vez, a Microsoft teria abdicado da numeração para minimizar eventuais problemas de compatibilidade.

Leia também: Testamos o preview do Windows 10, uma volta ao passado da Microsoft 

Saiba mais sobre Windows 10 clicando aqui.





RECOMENDADO PARA VOCÊ