ios 11

5 novidades do iOS 11 que são notícia velha para usuários de Android

Renato Santino 05/06/2017 20h06
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A Apple revelou nesta segunda-feira, 5, as novidades do iOS 11, que definem a estratégia móvel da empresa para o próximo ano. Foram vários recursos interessantes, que podem melhorar a vida de usuários de iPhones e iPads.

No entanto, não é por serem novos no ecossistema Apple que os recursos são novos no mercado de celulares como um todo. A seguir estão cinco exemplos de novidades do iOS 11 que já são bastante conhecidas pelos usuários do Android.

Gerenciador de arquivos

Um dos aplicativos revelados durante a MWC para o futuro do iOS como uma ferramenta mais voltada para produtividade, especialmente no caso do iPad, foi o Files. A ideia é simples: permitir que o usuário ganhe acesso ao sistema de arquivos do iOS para poder organizar melhor seus documentos e acessá-los de uma forma mais fácil.

Neste caso, a Apple está vários anos atrasada. E não só em relação ao Android, mas ao Windows e também ao próprio macOS. Não existe justificativa satisfatória para não dar acesso ao sistema de arquivos, porque é uma limitação artificial boba imposta ao usuário, e é bom ver que isso finalmente mudou.

Sugestões da Siri

Um dos destaques da apresentação foi a Siri e sua capacidade de aprender hábitos dos usuários para ser mais pró-ativa em suas sugestões. Isso tem um nome no Android: cards do Google Now. Eles existem há anos e são compatíveis com inúmeros aplicativos, com inúmeras funções.

Se você deixar o assistente do Google livre, ele vai sugerir sites, notícias e tudo mais que ele perceber que for do seu interesse. Felizmente, agora a Siri será capaz de fazer o mesmo.

Tradução

Outro novo recurso da Siri é a capacidade de traduzir texto de um idioma para outro. Basta dizer alguma coisa na sua língua nativa e selecionar outra para que a assistente faça o trabalho de tradução. No entanto, isso funciona apenas com inglês, francês, alemão, espanhol, italiano e mandarim.

Enquanto isso, o Android faz o mesmo com o próprio aplicativo do Google, com suporte a muito mais idiomas e há muito mais tempo.

Enviar dinheiro para os amigos

Um dos recursos que a Apple alardeou no palco foi a capacidade do Apple Pay de permitir a transferência de dinheiro de uma pessoa para outra; até hoje, só era possível usar a ferramenta com pagamentos em lojas físicas, em aplicativos ou sites.

Só que isso é notícia velha no mundo do Google. A empresa já tem há muitos anos o Google Wallet, que já faz isso pelo menos desde 2015, permitindo até mesmo a transferência de dinheiro pelo Gmail. Para todo o resto, também existe o Android Pay. E, infelizmente, nada de Brasil até hoje.

Mapas de lugares fechados

O aplicativo de mapas da Apple foi atualizado com uma grande novidade: o mapeamento de espaços fechados. A empresa por enquanto está voltada aos Estados Unidos, com foco em apenas alguns shoppings e aeroportos.

O Google Maps, por sua vez, já faz isso há bastante tempo, inclusive no Brasil. Pelo menos nas grandes cidades brasileiras, é possível navegar por dentro de um shopping usando o aplicativo tranquilamente, com informações sobre onde estão determinadas lojas e distinção por andar.

Android iOS
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você