whatsapp

6 recursos que estão a caminho do WhatsApp

Renato Santino 04/04/2019 19h00
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Conheça as funções que logo estarão disponíveis no seu celular

O WhatsApp está constantemente mudando. Se você utiliza apenas a versão convencional do aplicativo, as novidades podem chegar de forma mais espaçada, mas o público que se aventura com a versão beta sempre recebe uma atualização experimental para conferir antes do resto dos usuários.

Neste momento, o aplicativo está testando uma série de novos recursos que devem chegar a qualquer momento. Alguns deles já estão disponíveis para os usuários do beta; outros foram confirmados, mas ainda não estão acessíveis, enquanto outros são esperados há algum tempo.

Veja as novidades que estão a caminho:

Reprodução automática de áudio no Android

Reprodução

Usuários do iOS já têm desde o ano passado este recurso, e ele finalmente começou a chegar para usuários do Android. A função é extremamente útil para quem já se deparou com aquele “paredão” de áudio ao abrir o WhatsApp, com várias mensagens enviadas na sequência.

O WhatsApp agora vai entender quando muitas mensagens de áudio forem enviadas em um espaço de tempo curto e engatará a reprodução da próxima assim que a execução da primeira terminar.

A função já está disponível para usuários da versão beta do WhatsApp para Android e não deve demorar muito para chegar a todos os usuários.

Modo escuro

Um pedido antigo do público, que pode ser útil em vários aspectos. O modo escuro tem a vantagem mais óbvia de tornar o uso do aplicativo mais confortável quando você está em ambientes escuros, sem precisar levar um jato de luz na cara.

Além disso, para quem usa celulares com tela AMOLED, existe uma segunda vantagem. Como cada pixel é individualmente aceso para formar a imagem na tela, o modo escuro permite que os pontos pretos se mantenham totalmente apagados, o que ajuda a economizar energia. Se você usa muito o WhatsApp, o ganho de autonomia do celular pode ser considerável.

O recurso ainda está em desenvolvimento interno e não está acessível nem mesmo na versão beta, mas ele deve começar a chegar aos primeiros usuários em breve.

Dedo-duro de spam

Assim como sua empresa-mãe, o Facebook, o WhatsApp tem lidado com seus próprios problemas com boatos, com impacto bastante negativos na sociedade. Na Índia, onde a presença do aplicativo é muito forte, houve ondas de linchamentos resultantes de correntes falsas compartilhadas sem cuidado; no Brasil, também não precisamos ir muito longe para lembrar de como o app virou uma arma para difusão de mentiras durante as eleições.

Há algum tempo, o aplicativo começou a mostrar quando uma mensagem é encaminhada em vez de redigida pelo próprio remetente. Agora, o próximo passo é mostrar quando aquela mensagem foi encaminhada muitas vezes, o que poderá ser feito olhando os dados de uma publicação. Lá haverá a informação de quantas vezes aquela mensagem foi encaminhada, o que reforça seu caráter viral e, muito provavelmente, falso.

A função ainda não foi implementada, mas deve chegar primeiro à Índia, onde a questão dos boatos é fortíssima e onde haverá eleições dentro de pouco tempo.

Bloqueio por impressões digitais

Reprodução

A autenticação em duas etapas do WhatsApp é útil para impedir que alguém use sua conta sem permissão, mas ela não é o método mais eficaz de bloqueio do app para impedir que alguém acesse seu perfil se tiver o celular em mãos. Em breve, será possível bloquear o WhatsApp com biometria.

No iOS, essa função foi implementada com suporte ao FaceID e TouchID, e agora está em desenvolvimento para o Android. Com ela, você poderá utilizar usar a impressão digital cadastrada no seu celular para impedir que outras pessoas leiam suas conversas.

Trata-se de mais uma função que está em desenvolvimento interno e ainda não tem previsão de lançamento, mas está a caminho.

Pagamentos

O WhatsApp já havia anunciado há algum tempo uma função de pagamentos, que permite a transferência de dinheiro entre usuários, visando inicialmente a Índia. O Brasil deve estar entre a próxima leva de países a receber a funcionalidade.

Espera-se que em algum momento seja implementado um sistema que utilize criptomoedas, mas por enquanto, no entanto, o WhatsApp Payments funciona sem depender delas. Na Índia, ele opera integrado ao UPI, o sistema unificado de pagamentos do país, que integra bancos e instituições financeiras locais, o que significa que você pode associar seu WhatsApp a uma conta bancária e transferir seu dinheiro a partir da sua conta corrente.

Na Índia, para usar o recurso é necessário fazer a verificação do número telefônico mais uma vez para fazer a associação do app a uma conta bancária. Então, basta abrir uma conversa com outro usuário habilitado a receber pagamentos, selecionar o ícone de pagamentos e definir a quantia a ser transferida.

Ainda não se sabe quando essa função pode chegar ao Brasil.

Busca avançada de mídia

O WhatsApp vai ganhar mais um recurso para facilitar a vida de quem costuma buscar por mensagens ou imagens antigas no aplicativo. O recurso, chamado de Pesquisa Avançada, está em desenvolvimento e deve dar as caras dentro de algum tempo para usuários do Android e do iOS.

A vantagem da busca avançada é que é possível filtrar as categorias de busca. Em vez de pesquisar apenas por mensagens, é possível observar também as imagens, GIFs, vídeos, documentos, links e áudio que são trocados por meio do WhatsApp. Atualmente, não há um modo simples de recuperar arquivos de mídia que são enviados ou recebidos por meio do app.

O recurso foi descoberto primeiro no iOS, ainda em desenvolvimento interno, e está inacessível, mas chegará primeiro aos celulares da Apple e, posteriormente, aos aparelhos Android.

Whatsapp
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você