7ª temporada de 'GoT' foi pirateada mais de 1 bilhão de vezes

Os diversos problemas que a HBO enfrentou ao longo da sétima temporada de "Game of Thrones" podem ser vistos refletidos nos números da pirataria em torno da série. No total, a temporada foi baixada mais de 1 bilhão de vezes por meios "alternativos".

A estimativa foi divulgada nesta terça-feira, 5, pela Muso, que é especializada em medições relacionadas a pirataria. De acordo com a empresa, o streaming foi o principal meio escolhido pelos piratas, tendo sido usado por 84,7% deles, seguido por torrents (9,1%), download direto (5,6%) e torrents privados (0,6%).

"Além da escala de pirataria quando se trata de programas populares, esses números demonstram que streaming não licenciado pode ser um tipo de pirataria muito mais significativo do que download de torrents", disse o cofundador e CEO da Muso, Andy Chatterley, em entrevista ao TorrentFreak.

A constatação de que as intempéries no caminho da HBO durante a temporada — coisas como desempenho ruim da sua plataforma de streaming, ataques hackers e vazamentos — tiveram papel de destaque fica clara na análise separada sobre o quanto cada episódio foi visto ilegalmente.

O sexto capítulo, que a própria HBO colocou no ar por engano dias antes do previsto, teve mais de 184 milhões de downloads, superando os 143 milhões da final.

As 1.029.787.668 instâncias registradas pela Muso significam que, em média, cada episódio foi visto 140 milhões de vezes ilegalmente. Juntos, os canais oficiais foram responsáveis por 32 milhões de visualizações.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ