A Samsung colocou uma tela de 21 polegadas em uma geladeira. Por quê?

A CES mal começou, mas um produto já ganhou um destaque maior do que os outros. Não estamos falando de nenhum super smartphone, ou um drone, nem uma TV de 16K de 200 polegadas. Não: o assunto do momento é uma geladeira. Mais precisamente, a Samsung Family Hub, revelada na terça-feira 5, pela companhia coreana. 

Durante a apresentação, não foi difícil notar a incredulidade dos jornalistas acompanhando o evento ao meu lado. Ouvi risinhos discretos e outros nem tanto quando a empresa começou a falar sobre uma geladeira no momento do ano em que todas as empresas estão revelando os seus produtos mais atraentes para o grande público

Vamos aos fatos. A Family Hub da Samsung é uma geladeira de US$ 5 mil. Mas ela não é qualquer geladeira. Não, ela é uma geladeira com uma tela de 21 polegadas em sua porta, que é o que a Samsung espera que seja o seu grande atrativo. Mas para que vai servir esta tela? 

A primeira função mais básica é bem simples. Com uma tela na porta e câmeras internas, é possível verificar a situação dos alimentos e sua disponibilidade sem precisar abri-la. A tela mostra uma foto da situação interna, o que evita o desperdício de energia que envolve a dispersão do ar gelado de dentro do refrigerador quando ele é aberto. 

A geladeira é conectada, o que significa que ela permite a integração com o celular do usuário mesmo quando ele não está em casa. Isso permite, por exemplo, que você confirme se está faltando leite na sua casa antes de comprar mais no mercado. Isso sem precisar abrir a geladeira. 

Falando em comprar, o destaque do produto no momento é o aplicativo Groceries, da Mastercard. O app, embutido na TV, possibilita que você faça suas compras do mês diretamente da tela da sua geladeira (que frase estranha!). Claro, a função ainda é bastante limitada, porque não são muitas as lojas online que lidam com a compra online de alimentos, mas a expectativa da Samsung é anunciar mais parcerias ao longo dos próximos meses. Inicialmente, a brincadeira só funcionará em algumas partes dos EUA. 

Agora começa a parte mais esquisita: sim, a tela da geladeira também funciona como um tablet comum. Isso significa que você pode navegar na internet com ele, acessar seus sites favoritos, assistir a vídeos e usar serviços de música como o Pandora e escutar música na sua geladeira. Você também pode usar o Bluetooth para conectá-la a caixas de som sem fio pela sua casa. 

Quem já estiver adotando o estilo de vida da Internet das Coisas também encontrará na Family Hub uma vantagem, que permitirá o controle dos dispositivos conectados da residência pela tela da geladeira. A tela também permitirá espelhar o conteúdo que está sendo exibido na TV da sala, possibilitando que o vídeo seja assistido sem sair da cozinha. 

Mas vale a pena? A ideia parece estranha no começo, mas quem sabe ela não evolui e se populariza? Até lá, há vários argumentos que podem ser feitos contra uma tecnologia deste tipo, a maior parte deles envolvendo a obsolescência programada cada vez mais rápida. Uma geladeira pode e deve durar pelo menos uma década antes de ser trocada. Ao acoplar um tablet que não pode ser atualizado e que tende a ter um desempenho pior com o passar dos anos, a Samsung incentiva os consumidores a trocarem de geladeira com mais frequência em nome de algumas praticidades. Se essas praticidades serão suficientes para fazer com que o usuário se sinta satisfeito a ponto de trocar de aparelho com mais frequência sem reclamar, só o tempo dirá.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ