Facebook investigação

Facebook pode ter feito acordos ilícitos com fabricantes de smartphones

Redação Olhar Digital 15/03/2019 10h15
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Promotores federais analisam acesso aos dados pessoais dos usuários sem o consentimento dos mesmos

Mais uma vez o Facebook se envolve em polêmicas relacionados ao acesso dos dados pessoais dos usuários. Agora, as acusações referem-se a supostos acordos que foram realizados entre a rede social e grandes empresas que fabricam smartphones. Promotores federais estão analisando as as gigantes de tecnologia podem ter permitido o acesso a informações pessoais sem o consentimento explícito dos usuários.


O The New York Times informou que um júri de Nova York, responsável pelo processo, já tem o nome de pelo menos duas grandes empresas. Os acordos que eram fechados com o Facebook permitiam que este tivesse acesso a informações básicas como lista de amigos e informações de contatos.

Em um primeiro momento, foi descoberto que existia esse acordo entre as fabricantes de smartphones e a rede social. Assim, as informações usadas tinham o propósito de ajudar o Facebook a criar aplicativos para os respectivos dispositivos das empresas, como Apple, Samsung e Blackberry. Não está claro se essas empresas são atualmente investigadas pelos promotores.

A empresa de Zuckerberg ainda está sendo investigada pela Comissão Federal de Comércio (FTC), há meses, após a escândola da Cambridge Analytica, que obteve os dados de cerca de 87 milhões de usuários do Facebook. Foi relatado que provavelmente uma multa de bilhões de dólares será aplicada devido ao escândalo e as violações ocorridas.

Em nota ao canal The Verge, um porta-voz do Facebook disse que a empresa está cooperando com os investigadores.

Fonte: The Verge

Facebook vazamento de dados
Compartilhe com seus seguidores

Recomendados pra você