Agência usa o Twitter para detectar terremotos pelo mundo

O sismólogo Paul Earle e a desenvolvedora de software, Michelle Guy, desenvolveram uma ferramenta que utiliza os dados do Twitter para detectar terremotos em tempo real. Usando os dados da rede social, o sistema é capaz de descobrir temores em menos de 2 minutos e 20 tuítes, disparando um alerta por e-mail e permitindo que as autoridades possam agir rapidamente.

De acordo com a dupla, o objetivo do projeto é cobrir o espaço onde não há monitoramento feito por sensores ou órgãos especializados. Para construir o sistema, Earle e Guy usaram uma API pública da rede social descobriram uma série de informações que podem ajudar na detecção de terremotos que podem ser sentidos pelos seres humanos.

Os dois contam que os usuários que tuítam sobre terremotos reais costumam postar mensagens curtas, por isso decidiram filtrar a pesquisa para mensagens com menos de sete palavras. Eles também descobriram que pessoas que compartilham links são significativamente menos propensas a oferecer informações em primeira mão, assim, filtraram as postagens para aquelas que não continham links. De acordo com os pesquisadores, a fórmula ajudou a afunilar as mensagens e constatar se realmente há um tremor de terra.

O sistema está sendo utilizado pelo Centro de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos e, em 2014, foi capaz de detectar um terremoto em Napa em menos de 30 segundos.

Via Twitter

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ