Analistas reduzem projeções para o iPhone X em 2018 apesar de boas vendas

Lançado em dezembro no Brasil por um preço assombroso, o iPhone X pode estar deixando a Apple na mão. De acordo com a Bloomberg, analistas de mercado reduziram suas projeções de vendas do dispositivo ao longo do primeiro trimestre de 2018. O motivo para essa redução teria sido a demanda fraca pelo dispositivo no final de 2017.

O analista Zhang Bin, da empresa Sinolink Securities, reduziu sua estimativa de vendas em até 10 milhões, considerando que a Apple pode vender 35 milhões iPhones ou menos entre janeiro e março de 2018. A empresa JL Warren Capital, por sua vez, tem perspectivas ainda mais pessimistas: ela prevê a venda de 25 milhões de unidades durante esses três meses.

Nos dois casos, o motivo citado é o mesmo: demanda fraca pelo aparelho durante o período das festas de 2017. Bin considera que essa demanda fraca pode ter como fator principal o preço elevado do aparelho. A JL Warren Capital, por sua vez, nota que alguns fornecedores da Apple receberam encomendas menores para o primeiro trimestre e ressalta que, além do preço alto, a procura pelo dispositivo está abaixo do esperado por causa da "falta de inovações interessantes do aparelho".

Segundo a empresa, trata-se de uma má notícia para a Apple, já que a companhia fundada por Jobs estaria contando com um aparelho especial para comemorar o décimo aniversário do lançamento do primeiro iPhone. De acordo com a Bloomberg, a expectativa da empresa da maçã era que o iPhone X a ajudasse a superar a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado.

Morreu na praia?

Isso tudo, porém, não significa que o iPhone X não tenha vendido bem. Uma análise (pdf) feita pela empresa de pesquisa de mercado Consumer Inteligence Research Partners (CIRP) revelou que o dispositivo correspondeu a 30% das vendas de iPhones ao longo dos 30 dias após seu lançamento - com isso, ele foi o modelo mais vendido no período.

Mas é difícil saber como interpretar essa informação por conta do caráter peculiar do iPhone X. Como a CIRP ressalta, "é difícil dizer se o iPhone X alcançou, superou ou não alcançou as expectativas, já que a Apple nunca lançou um dispositivo dessa maneira antes". De fato, o aparelho marcou a primeira vez que a Apple anunciou três iPhones de uma só vez. No entanto, "com base na grande publicidade, suspeitamos que houve alguma decepção", segue a CIRP.

Por outro lado, esse caráter diferente do iPhone X também pode acabar "retardando" suas vendas. Como o 9to5Mac opina, é possível que as pessoas interessadas no iPhone X tenham preferido esperar outros compradores usarem e avaliarem o dispositivo antes de investir US$ 1.000 nele - por isso as vendas relativamente tímidas após seu lançamento.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ